10 flamenguistas não comemoraram

O lugar se chama Ninho do Urubu. Lá, jovens atletas são cuidados até se tornarem os craques do futuro.

Para a indústria que se alimenta do futebol, no Ninho se gesta lucro. Com sorte e inteligência, os melhores atletas também podem fazer dinheiro pra si mesmos, e fazer dinheiro pra durar.

Vai ser difícil. Corpo de atleta é corpo exigido além do limite. É corpo abusado. É corpo que lesiona muito. É corpo que gasta rápido. Mas, pra muita gente, a fama do esporte pode ser o único passaporte para fora da pobreza.

Isso é especialmente verdade para um país que despreza a educação, a ciência e a pesquisa. Em país que premia o mérito de se ter nascido com privilégios, a força física pode ser a única forma de romper com a roda da fortuna virada sempre de ponta-cabeça.

Tudo dando certo, os craques em formação poderão até ajudar as famílias de origem quase invariavelmente humilde. É uma espécie de conto de fada.

É muito bonito o que o esporte faz pelas pessoas.

O lugar se chama Ninho do Urubu. Lá, jovens atletas são cuidados até se tornarem os craques do futuro. Só tem um problema. Eles não foram cuidados.

Dormindo em alojamentos condenados, dez meninos morreram em um incêndio por negligência do Flamengo. Três ficaram feridos.

No Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019, foram mortos 10 jovens por negligência do clube. Eram os filhos de 10 famílias.

Jovens atletas do Ninho do Urubu mortos em incêndio por negligência do clube
Jovens atletas do Ninho do Urubu mortos em incêndio por negligência do clube

As reações? Luto e indignação em redes sociais. Chocadas com a tragédia, as pessoas repercutiam o coração rubro negro dilacerado, manifestavam solidariedade às famílias e… defendiam o Flamengo.

Passou pela minha cabeça que o que capturou a atenção e a solidariedade geral não foi a morte de dez meninos por negligencia do clube. Passou pela minha cabeça que o que capturou a atenção e a solidariedade do público foi ser uma tragédia com o Flamengo. COM o Flamengo. Entende? Não eram os meninos.

O tempo passou sem que a diretoria do clube tenha sido punida. O que ficou? Uma memória sem afeto de uma tragédia espetacular e distante.

Dez meninos morreram. Mas está tudo bem. Em breve o Flamengo vai superar isso. A nação rubro negra jamais o abandonará. Afinal, o Flamengo traz tantas alegrias.

Torcedores lotam av. Presidente Vargas no Rio
Torcedores lotam av. Presidente Vargas no Rio

Hoje, com o penoso 2019 chegando ao fim, vejo as imagens de uma Presidente Vargas tomada de rubro negro em festa. O país tá bem. Não mobiliza tanta gente. As famílias dos meninos que morreram queimados por negligência do clube estão bem. Não mobiliza tanta gente pressionando o clube por reparação.O flamengo tá bem. Se coloca a serviço da propaganda fascista e dá tanta alegria que mobiliza gente. Muita gente. Viva o Flamengo. Viva a indústria do futebol.

Publicado por

Deriva Navegante

Rês desgarrada nessa multidão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s